Noticias

Notícias > 2024 > SEF elimina mais de 4 mil metros lineares de documentos em 2023

SEF elimina mais de 4 mil metros lineares de documentos em 2023

Marco atingido é resultado do esforço das unidades fazendárias em prol da modernização e da sustentabilidade

4/12/24 10:00:00 PM

Em um esforço notável em prol da modernização, eficiência e sustentabilidade, as unidades da Secretaria de Estado de Fazenda (SEF) alcançaram um marco significativo ao eliminar 4.036 metros lineares de documentos em 2023. Isso equivale a 31.033 caixas boxes ou 1.008 m2 de espaço liberados nas repartições fazendárias. Só para dar uma dimensão do volume, se empilhados, esses documentos formariam 106 pilhas da altura do Cristo Redentor.

A Superintendência de Planejamento, Gestão e Finanças (SPGF), enquanto apoio técnico da Comissão Permanente de Avaliação de Documentos de Arquivo- CPAD/SEF, e os interlocutores da comissão junto às unidades fazendárias, envidaram esforços para que estes números fossem alcançados, executando seu dever de casa: classificação documental e eliminação propriamente dita.

O coordenador do Arquivo Documental, Jairo Siqueira, responsável pela orientação e conferência do processo de eliminação documental junto às unidades da SEF, destaca que “esse feito exemplar é resultado do empenho e comprometimento incessantes das equipes envolvidas, que trabalharam arduamente com comprometimento e seriedade para adotar práticas inovadoras e eficientes”.

O marco atingido foi reconhecido pelo Arquivo Público Mineiro, que em postagem em seu perfil no Instagram citou a SEF como primeiro lugar no ranking de eliminação documental no Estado.

Além de otimizar processos internos, a eliminação de documentos físicos traz uma série de vantagens:

  • reforça a segurança da informação;
  • simplifica o acesso a dados relevantes;
  • libera espaço valioso;
  • promove uma abordagem mais sustentável e amiga do meio ambiente.

Para 2024, a Diretoria de Bens e Serviços Fazendários da SPGF, em parceria com a CPAD/SEF, pretende continuar promovendo esse trabalho de auxílio às unidades fazendárias, pois acredita que é esse esforço coletivo e dedicação exemplar que impulsionam a modernização das unidades fazendárias e servem como um modelo inspirador para outras unidades que ainda não iniciaram sua própria Gestão Documental.